sexta-feira, 2 de agosto de 2013

PROBLEMAS SEXUAIS MASCULINOS, O QUE FAZER?


Os casais de hoje esperam mais do sexo e da intimidade do que em qualquer outro momento da história. Como vivemos mais, as nossas expectativas de felicidade conjugal continuam a crescer, muito superiores as das gerações anteriores. As taxas atuais de divórcio destacam como raramente as nossas expectativas são alcançadas. Então, se você é como a maioria das pessoas – se está tendo dificuldades sexuais ou simplesmente quer um melhor sexo e intimidade – você vai se interessar no que se segue. 

A boa notícia é que os homens com dificuldades sexuais podem antecipar mais aceitação e melhores opções do que nunca. Isto aconteceu, em parte, porque as mulheres reconheceram abertamente os seus próprios problemas sexuais (Ex: falta de excitação e lubrificação, dificuldade para atingir o orgasmo, falta de desejo e dor durante a relação sexual). Da mesma forma, mais homens de hoje reconhecem a terrível carga do tradicional estereótipo masculino. E mais mulheres se recusam a suportar em silêncio anos de sexo frustrante e falta de intimidade da forma como as suas mães fizeram. Por essas e outras razões, os casais de hoje estão cada vez mais abertos a novas informações sexuais e/ou em consultar um terapeuta. Aqui você encontra informação sobre ambos:


Problemas sexuais masculinos

No sentido mais restrito, as dificuldades sexuais masculinas envolvem em obter ou manter uma ereção, problemas de ejaculação precoce ou dificuldade em atingir o orgasmo. Se ficou ereto o suficiente, rápido o suficiente, e com tempo suficiente (ou muito tempo) devem ser decididos pelas pessoas envolvidas, ao invés de se por um relógio ou algum padrão arbitrário. Quando você estiver decidindo, mantenha em mente o seguinte:
  • A maioria dos homens experimentam dificuldades com a ereção, com ejaculação precoce, ou ejaculação retardada em algum momento, e isso é totalme
    nte normal. Quando é frequente ou persistente, um dos cônjuges geralmente entende que este é um "problema".
  • Apetite sexual desigual e preferências diferentes em estilo sexual são normais e inevitáveis em relacionamentos de longo prazo. Como você lida com isto é que faz a diferença.
  • Não confunda um indivíduo comum com o Coelho Mascote das Pilhas Duracel (lembra?). O número de homens que tem pouco desejo sexual é maior do que se imagina. Assim como as mulheres, muitos homens sentem-se pressionados quando suas esposas tem um maior apetite sexual.
  • As dificuldades sexuais dos homens geralmente diminuem intimidade, também. Quando um dos parceiros tem disfunção frequente ou baixo desejo, ambos os parceiros, eventualmente, durante o sexo, viajam em mundos mentais separados de preocupação e frustração. A leitura da mente durante o sexo nem sempre é "a coisa mais íntima que duas pessoas podem fazer."


Dificuldades sexuais são normais

Você não precisa de disfunções sexuais para cair nessa, também. Tédio sexual (monotonia), falta de intimidade, baixo desejo, sexo sem paixão, são comuns e podem inevitavelmente serem desenvolvidos em meio aos estágios da evolução de seu relacionamento. Debaixo destas dificuldades sexuais comuns, os processos naturais de auto desenvolvimento são muitas vezes deixados de lado. Embora não seja agradável, não significa necessariamente que algo está acontecendo, ou que tenha sido feito errado. Sabendo que isso pode ajudá-lo a relaxar e apreciar o seu relacionamento com uma nova perspectiva.

Na verdade, as dificuldades sexuais podem trazer algum benefício se você prestar atenção a elas como um alerta: Há mais a aprender sobre sexo do que remover as inibições ou
aprender novas técnicas, e muitas coisas causam problemas de desempenho e baixo desejo sexual. Não coloque a culpa de tudo nos bloqueios emocionais, na incompatibilidade sexual, ou nos sinais de envelhecimento ou doença. E não justifique os atuais problemas sexuais com as coisas do passado, que podem ser um processo natural de crescimento de seu relacionamento no presente. Para obter o sexo, intimidade, desejo e paixão que muitos de nós queremos, há um grande crescimento a fazer.

Constrangimento é compreensível, mas não é nem necessário nem útil. Parte do crescimento envolve enfrentar as dificuldades sexuais como um adulto. Quando o homem finalmente percebe que a verdadeira questão não é sobre sexo, mas sim, sobre se ele vai continuar a sentir auto piedade um passo à frente é dado com atos de integridade pessoal. Para uma melhor solução das dificuldades sexuais ajuda se ambos os parceiros se veem um ao outro e de uma forma nova. Esse processo aprofunda a sua capacidade para a intimidade e fortalece os laços de amor.

“Problemas" sexuais podem vir a ser bênçãos singulares. Quando as coisas finalmente tornam-se intransponíveis e insuportáveis, alguns casais procuram um terapeuta que os ajudará a terem uma melhor relação sexual, intimidade e um relacionamento melhor do que eles tinham antes de seu "problema". Alguns dos meus próprios clientes, inicialmente envergonhados em consultarem-se com um terapeuta, orgulhosamente revelaram o que eles aprenderam a um amigo de confiança ou a um filho casado.


Opções de Tratamento

Os homens com dificuldades sexuais em gerações anteriores tinham menos opções disponíveis. Os tratamentos para problemas de ereção (no caso de impotência sexual) feitos com hastes de silicone inseridas cirurgicamente, bombas de vácuo, e as drogas injetáveis no pênis deixam muito a desejar. As primeiras versões de terapia sexual eram muito mecânicas e as técnicas direcionadas para muitos casais também. Hoje, impotência,
ejaculação precoce, ejaculação retardada e baixo desejo são todos problemas tratáveis. Avanços na terapia à base de intimidade sexual, relacionamento e medicamentos mais convenientes, como o Viagra, oferecem soluções muito mais eficazes e mais agradáveis do que nunca. Mesmo agora, os novos milagres médicos estão no horizonte. Mas uma melhor função genital por si só não vai resolver os problemas adormecidos em seu relacionamento. Pode haver alguns reparos a fazer no relacionamento.


Quando Obter Ajuda

Você provavelmente não precisa se preocupar em procurar ajuda prematuramente – a tendência esmagadora é lutar em segredo por tanto tempo quanto possível. Se as coisas não parecem estar ficando cada vez melhor, um terapeuta familiar e de casamento muitas vezes pode ser de grande ajuda (principalmente se for capacitado no tratamento de disfunções sexuais). É sempre necessário consultar o seu médico para uma avaliação médica, também. Terapeutas podem colaborar com os médicos quando um tratamento médico for indicado.


Relação Sexual dos pais é um assunto de família.

As relações sexuais dos pais são e devem ser privadas, mas seus impactos sobre as suas famílias, tanto maus como bons, nunca o são. Imagine um homem que luta com ejaculação precoce, ou dificuldade de ereção, ou que tenha um desejo sexual decrescente. Pergunte a si mesmo: Não é bem provável que ele descarregue estes problemas com reações em excesso na hora de corrigir situações normais de seu filho adolescente, ou de uma crise financeira, ou para sua esposa começar uma nova carreira?

As crianças monitoram o relacionamento dos pais com olhos de falcão. A falta de afeto entre a mãe e o pai é um evento tão grande e impactante como as crianças presenciarem os pais se beijando. Quando os pais têm uma relação emocional e física sólida, o ambiente familiar faz com que todos estejam mais disponíveis para o outro. As crianças podem queixar-se que os pais estejam muito “melosos”, mas eles estão sendo abençoados com um modelo maravilhoso, que será valioso na sua vida futura.


Fonte: David Schnarch, Ph.D. (Terapeuta Familiar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...