sexta-feira, 19 de agosto de 2016

PASTORAL: JOVENS VALIOSOS E PRECIOSOS


“Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra. Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos.”
(Salmos 119:9,10)

Que texto maravilhoso é esse! O Salmista faz uma pergunta e ele mesmo a responde. Essa é uma boa pergunta a ser feita para os jovens e pelos jovens de todas as épocas.Manter a conduta de um cristão e viver uma vida que agrade a Deus, sabemos que tem sido um desafio crescente para todos os jovens.

Temos orado e clamado ao Senhor pelo avivamento dos nossos jovens, pelo fortalecimento e firmeza deles e por livramento e vitória sobre as astutas ciladas do Diabo. Apesar de toda intercessão e clamor que temos feito, não podemos nos dar por satisfeitos; precisamos orar mais e investir cada vez mais nas suas vidas.

Ao longo da história, muitos jovens destacaram-se por seus feitos grandiosos apesar da tenra idade. Veja alguns deles: Alexandre, o Grande, dominou o mundo com a idade de 23 anos; Aníbal comandou as forças cartagineses aos 26; Cristóvão Colombo tinha os seus planos feitos para encontrar a Índia aos 28; John Smith traçou e desenvolveu um império colonial na Virgínia aos 27 anos; Martinho Lutero iniciou a Reforma aos 38 anos; após ele, João Calvino, com 21; Joana d'Arc fez todos os seus trabalhos e terminou sua missão numa fogueira com apenas 19; Patrick Henry é lembrado pelo seu discurso “Dê-me a liberdade ou a morte” aos 27 anos; Isaac Newton, com apenas 26 anos, descobriu a lei da gravidade; Rogério Guilherme foi banido como herético aos 29; e Cristo sofreu a crucificação na idade de 33 anos. Todos esses jovens e os seus feitos marcaram a história e são uma pequena mostra do potencial e do muito que cada jovem pode fazer.

O que não dizer de outros jovens como José, Ester, Samuel, Davi, Daniel, Jeremias, Maria, Timóteo e tantos mais que ao longo da história foram usados poderosamente por Deus deixando um exemplo de fé, de poder e de dependência de Deus.

Hoje comemoramos o Dia do Jovem Batista. Louvamos a Deus pela vida dos nossos jovens tão amados e preciosos para nós e para Deus.

A nossa oração é que o Senhor os proteja, lhes dê livramento, lhes avive a fé no coração, lhes mantenham firmes e inabaláveis por todos os dias de suas vidas e que Ele não permita que vocês se desviem dos seus caminhos.

Sejam fortes e corajosos, paguem o preço da obediência e da dependência do Senhor. A cada dia consagrem tudo o que vocês tem e são para a Glória de Deus. E o Deus de infinita graça e poder os use para a sua honra e glória.

Deus abençoe poderosamente aos nossos JOVENS VALIOSOS E PRECIOSOS
Amém. 
Ser jovem é querer ser muito mais mesmo sendo o melhor que se poderia ser.

Pr. Dener Maia

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

PASTORAL: O PODER DESTRUIDOR DA INVEJA



O PODER DESTRUIDOR DA INVEJA
“Pilatos perguntou à multidão que ali se havia reunido: "Qual destes vocês querem que lhes solte: Barrabás ou Jesus, chamado Cristo? " Porque sabia que o haviam entregado por inveja.”
(Mateus 27:17,18)
Que efeito devastador tem a inveja! Que sentimento perverso, vil, que destrói a vida do invejoso e da pessoa invejada. 

O mesmo sentimento de inveja que levou Caim a matar seu irmão Abel, também se apoderou do coração do rei Saul que tentava a todo instante matar Davi depois que este derrotou Golias. Com Jesus não foi diferente, seu poder, sua fama, sua sabedoria, sua unção e autoridade com que ensinava e repreendia homens, autoridades e espíritos malignos, encheram o coração dos líderes religiosos e doutores da lei de profunda inveja. A inveja deles era tanta que até Pilatos percebeu e fez com que eles escolhessem entre Barrabás, um assassino, e Jesus, o justo.

Oscar Wilde (influente escritor, poeta e dramaturgo Irlandês) conta a seguinte história: Atravessava o Diabo, certa vez, o deserto da Líbia, quando se encontrou com um grupo de pessoas que se ocupavam em atormentar um ermitão. Este se mantinha inalterável em meio a suas dores e sofrimentos. Por fim, depois de verificar o fracasso dos atormentadores, disse o Diabo:
– Vocês fracassaram. Permitam-me experimentar um momento, para ver se posso fazê-lo pecar.
E murmurou ao ouvido do homem, estas palavras: – Seu irmão foi nomeado bispo de Alexandria.
Um gesto maligno de inveja nublou imediatamente o semblante até então sereno do ermitão.
– Este é um dos meios mais eficazes de tentar os ministros de Deus – disse o Diabo. – Eu o recomendo. 

Este sentimento de inveja também tem nublado o coração de muitos crentes, de igrejas inteiras e até mesmo de alguns pastores. A postura que estes deveriam ter de “cooperadores de Deus” e a lembrança de que somos o “corpo de Cristo” são sufocadas e até mesmo esquecidas diante do avanço e do progresso verificados em uma determinada igreja. Um sentimento de competição e concorrência instala-se no coração destes que abrem suas igrejas porta a porta ou muito próximas de outras.

A inveja é repreendida em diversas passagens na Bíblia e nos exclui do Reino dos céus: “Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gálatas 5:21)

Um bom antídoto contra a inveja está na recomendação do apóstolo Paulo: “Alegrem-se com os que se alegram; chorem com os que choram.” (Romanos 12.15) 

Vigiemos o nosso “coração enganoso” e todo sentimento de inveja seja anulado na nossa vida. Celebre com as vitórias e conquistas do seu próximo, dê glórias a Deus. Não deprecie nem menospreze o trabalho dos outros, seja amável, cortês, alegre-se com as vitórias dos outros. 
Amém. 
Pr. Dener Maia

terça-feira, 2 de agosto de 2016

OS 3 INIMIGOS DA ALMA: A CARNE, O MUNDO E O DIABO – 9ª Mensagem


O MUNDO – 4ª MENSAGEM

TEXTO BÍBLICO – Romanos 12:1,2
Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

INTRODUÇÃO:
Estamos estudando sobre os 3 principais inimigos da alma: A carne, o mundo e o diabo. Precisamos aprender como enfrentá-los e vencê-los. Nas semanas anteriores aprendemos sobre O MUNDO:

1 – ADÚLTEROS E ADÚLTERAS
2 – CRISTIANISMO X MUNDO
2ª MENSAGEM – “NÃO AMEIS O MUNDO"
1 – PRINCÍPIOS QUE SÃO ETERNOS
2 – MAS O POVO DESOBEDECEU
3 – SEMPRE QUE A GENTE DESOBEDECE....
3ª MENSAGEM – “NÃO AMEIS O MUNDO"
1 – NÃO NEGOCIE OS VALORES DO CRISTIANISMO
2 - NÃO SOMOS DO MUNDO!

4ª MENSAGEM: “METANOIA”

Introdução:
A cada dia precisamos vencer o mundo e seus atrativos. Amar as pessoas mas não o que elas fazem é o grande desafio do cristão. Somente uma profunda Metanoia é que nos dará essas condições. 
O crente não vive numa bolha espiritual, mas no mundo. Ele foi salvo do mundo, está no mundo, mas não pertence ao mundo. Os valores do mundo não são mais os seus valores. A ética do mundo não é mais a sua ética. O crente tem, agora, a mente de Cristo. Conformar-se com o mundo é adaptar-se ao seu sistema. É se com o mundo é adaptar-se ao seu sistema. É abraçar seu relativismo. É entrar no seu esquema.

1 - NÃO VOS CONFORMEIS COM ESTE MUNDO!
“E não sede conformados com este mundo” (Romanos 12.2a - ACR)
“Não se amoldem ao padrão deste mundo” (Romanos 12.2a - NVI)
“Não vivam como vivem as pessoas deste mundo,” (Romanos 12.2a - NTLH)
Cada vez mais, percebemos que os meios de comunicação em massa, os jornais, o rádio, a televisão e as revistas pressupõem um mundo que ignora a Deus.

RELATIVISMO: O mundo tem uma fôrma que está sempre mudando de acordo com suas conveniências. O mundo não tem um padrão absoluto de conduta. Ele está entregue ao relativismo moral e à decadência dos costumes. A lei da vantagem prevalece nos acordos comerciais e nos

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

OS 3 INIMIGOS DA ALMA: A CARNE, O MUNDO E O DIABO – 8ª Mensagem


O MUNDO – 3ª MENSAGEM

TEXTO BÍBLICO – TIAGO 4.4
1- De onde vêm as guerras e contendas que há entre vocês? Não vêm das paixões que guerreiam dentro de vocês?
2 - Vocês cobiçam coisas, e não as têm; matam e invejam, mas não conseguem obter o que desejam. Vocês vivem a lutar e a fazer guerras. Não têm, porque não pedem.
3 - Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres.
4 - Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus.

INTRODUÇÃO:
Estamos estudando sobre os 3 principais inimigos da alma: A carne, o mundo e o diabo. Precisamos aprender como enfrentá-los e vencê-los. Nas semanas anteriores aprendemos sobre a CARNE:

1 – ADÚLTEROS E ADÚLTERAS
2 – CRISTIANISMO X MUNDO
2ª MENSAGEM – “NÃO AMEIS O MUNDO"
1 – PRINCÍPIOS QUE SÃO ETERNOS
2 – MAS O POVO DESOBEDECEU
3 – SEMPRE QUE A GENTE DESOBEDECE....

3ª MENSAGEM – “OS AMIGOS DO MUNDO SÃO INIMIGOS DE DEUS"

Os cristãos não devem fazer parte do mundo na sua atitude, fala ou modos. O filho de Deus disse a respeito de seus fiéis apóstolos: “O mundo os tem odiado, porque não fazem parte do mundo, assim como eu não faço parte do mundo.” (João 17:14). 

1 – NÃO NEGOCIE OS VALORES DO CRISTIANISMO 
“Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus.” (Tiago 4.4b)

Portanto, o cristão que quer e procura a amizade do mundo precisa mudar tanto, que deixa de ser alvo do ódio dele. Precisa tornar-se aceitável aos mundanos, que não têm nenhuma consideração para com coisas espirituais. Isto requer transigência de sua parte, não ter lealdade firme e inabalável a Cristo. Precisa adotar muitos dos mesmíssimos conceitos, palavras, e até ações e métodos que são contrários ao que Deus espera de seus servos. Se o cristão escolher voluntariamente companheiros mundanos como seus

sábado, 23 de julho de 2016

PASTORAL: SEJA GRATO



SEJA GRATO
“Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre. Dai graças ao Deus dos deuses, porque a sua benignidade dura para sempre”.
 (Salmos 136:1,2) 
Não sabemos por quem este salmo foi escrito, mas sabemos que foi cantado na inauguração do templo de Salomão (2Cr 7.2, 6), e pelos exércitos de Josafá quando eles celebraram a vitória no deserto de Tecoa (2Cr 20.22). Cada um dos 26 versículos que o compõe encerram-se com a afirmação: “Porque a sua benignidade dura para sempre”, é como uma espécie de refrão que logo dá para imaginar todo o povo repetindo numa só voz essa adoração a Deus. Por sua forma marcante podemos concluir que era um hino popular entre o antigo povo de Deus. Tendo ele um coro sólido, simples, certamente deveria ser um dos favoritos nas celebrações de culto ao Senhor.  Sua mensagem de nada mais trata que não e tão somente o louvor e gratidão, por isso só pode ser apreciado plenamente por um coração piedosamente agradecido.
Podemos dividi-lo da seguinte maneira: 

  • Dos versos de 1 a 3 - Louvor triplo ao Senhor Triúno (Sl 136.1-3), 
  • Dos versos 4 a 9 – Louvor ao Deus criador (Sl 136.4-9)
  • Dos versos 10 a 15 – Exalta os atos de livramento do Egito (Sl 136.10-15)
  • Dos versos 16 a 22 – Falam sobre a viajem pelo deserto e a entrada em Canaã. 
  • Os versos 23 e 24 – São dois versículos alegres de gratidão pessoal por misericórdia presente (Sl 136.23-24)
  • O verso 25 – Louva pela providência universal do Senhor,
  • E o verso 26 – Um versículo para estimular o louvor incessante.

Como é precisamos de tempo em tempo refrescarmos a nossa memória com as lembranças de tantas bênçãos e dádivas maravilhosas que recebemos do Senhor. Logo me lembro da expressão do Hino 329 CC “Conta as Bênçãos” cujo refrão cantamos assim: 
“Conta as bênçãos, conta quantas são. 
Recebidas da divina mão.
Uma a uma, dize-as de uma vez, 
Hás de ver surpreso quanto Deus já fez.”

Conta-se que o grande poeta Olavo Bilac foi abordado por um comerciante que lhe pediu: 
– Sr. Bilac, estou precisando vender o meu sítio. Será que o senhor poderia redigir o anúncio para o jornal? Olavo Bilac aceitou o pedido e escreveu assim:
"Vende-se uma encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes águas de um límpido ribeirão. A casa é banhada pelo sol nascente, e proporciona uma sombra tranqüila às tardes, na varanda".
Meses depois, o escritor encontra-se com aquele homem e lhe pergunta: E então, vendeu o sítio? – Nem penso mais nisso – disse ele – quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha em minhas mãos!

Seja grato hoje e sempre. Saiba reconhecer as grandes bênçãos, chuvas de bênçãos, que Deus derrama sobre a sua vida todos os dias. Diante das pequenas e grandes coisas adore você também dizendo: “Porque a sua benignidade dura para sempre”. 

Amém!
Pr. Dener Maia

segunda-feira, 18 de julho de 2016

OS 3 INIMIGOS DA ALMA: A CARNE, O MUNDO E O DIABO – 7ª Mensagem



O MUNDO – 2ª MENSAGEM

TEXTO BÍBLICO – 1 João 2: 15-17
15. Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele.
16. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo.
17. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

INTRODUÇÃO:
Estamos estudando sobre os 3 principais inimigos da alma: A carne, o mundo e o diabo. Precisamos aprender como enfrentá-los e vencê-los. Durante 5 mensagens estudamos sobre o primeiro inimigo, A CARNE. Na semana passada começamos a estudar sobre o segundo inimigo: O MUNDO quando vimos: 
1 – ADÚLTEROS E ADÚLTERAS
2 – CRISTIANISMO X MUNDO
De acordo com o texto que lemos acima: "Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele." Em outras palavras: o amor do mundo elimina o amor do Pai. É impossível a

quarta-feira, 13 de julho de 2016

SÉRIE - A ESTATURA DE UM CRISTÃO - 05



(Depois de um longo tempo, estou dando continuidade às postagens desta Série que no total contém 14 mensagens. As mensagens foram pregadas em 2012. Que Deus as use para abençoar a sua vida. Pr. Dener Maia)

5 – UNIDOS VENCEREMOS

Introdução
Nós usamos esta frase: “Unidos Venceremos” para falar de um arroz que não deu muito certo... Mas o assunto hoje não é arroz e sim lembrar mais uma vez desta grande verdade. 
E o contrário também é uma grande verdade: Se unidos venceremos, divididos perdemos.
As olimpíadas, nas mais diversas modalidades, nos têm dado exemplos disto. No futebol, no vôlei, ... A unidade, a cumplicidade, o espírito de equipe, de trabalharem juntos para alcançar a vitória, da superação das falhas e limitações, etc.
O próprio Jesus afirmou: “Um reino dividido não subsiste...”

O TEXTO:
Filipenses 1.27-30: “27 Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do evangelho de Cristo, para que assim, quer eu vá e os veja, quer apenas ouça a seu respeito em minha ausência, fique eu sabendo que vocês permanecem firmes num só espírito, lutando unânimes pela fé evangélica, 
28 sem de forma alguma deixar-se intimidar por aqueles que se opõem a vocês. Para eles isso é sinal de destruição, mas para vocês de salvação, e isso da parte de Deus; 
29 pois a vocês foi dado o privilégio de, não apenas crer em Cristo, mas também de sofrer por ele, 
30 já que estão passando pelo mesmo combate que me viram enfrentar e agora ouvem que ainda enfrento.”
Para alcançarmos esta unidade, tão vital para nossa vitória, vamos observar alguns passos imprescindíveis...  

1 – VIVER DIGNO DE UM CRISTÃO

Filipenses 1.27a: “27 Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do evangelho de Cristo”
“Somente portai-vos duma maneira digna do Evangelho de Cristo” (Sociedade Bíblica Britânica)

Participamos da campanha SEJA LUZ. Todo o Brasil batista foi conclamado a refletir a luz de Cristo com o próximo, com o vizinho, com os familiares, com os amigos. É algo que não pode parar. Fazer a luz de Jesus brilhar através de nós. Fazer a diferença, mudar o contexto onde vivemos. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...