segunda-feira, 20 de outubro de 2014

SÉRIE DE MENSAGENS - QUANDO AS CIRCUNSTÂNCIAS DIZEM NÃO - 01



1 - EU CONTINUO CRENDO

Texto bíblico: Marcos 5.21-42

Introdução:
O número 12 na Bíblia tem o significado de GOVERNO DE DEUS. Doze filhos de Jacó, doze tribos de Israel, doze meses do ano, doze portas da Nova Jerusalém, doze fundamentos.
Uma mulher estava sofrendo a doze anos, uma menina estava vivendo a doze anos. Veja o contraste: doze anos de sofrimento versus doze anos de vida e alegria de uma família. Jesus aparece em cena para dar fim ao sofrimento daquela mulher, e para dar fim a uma tragédia.
Uma mulher tornou a viver depois de doze anos, uma menina tornou a viver aos doze anos.

Quando as circunstâncias dizem não ... 
1 – EU ME HUMILHO PERANTE DEUS
“Então chegou ali um dos dirigentes da sinagoga, chamado Jairo. Vendo Jesus, prostrou-se aos seus pés.” (Mc 5.22)  


A adoração de Jairo:
• Venceu sua posição social - “Deus se opõe aos orgulhosos, mas dá graça aos humildes” (Tiago 4.6)
• Venceu as críticas de seus colegas de trabalho - “Humilhem-se diante do Senhor, e ele os exaltará” (Tiago 4.10)
• Não se importou com a opinião dos outros, não se importou com as companhias que estavam ao lado de Jesus.
• Abriu mão de seus títulos, suas patentes e suas conquistas diante do Senhor.

Quando as circunstâncias dizem não ... 
2 – EU INSISTO EM CLAMAR
“E lhe implorou insistentemente: “Minha filhinha está morrendo! Vem, por favor, e impõe as mãos sobre ela, para que seja curada e que viva.” 
(Marcos 5.23)
 “Os sacrifícios que agradam a Deus são um Espírito quebrantado; um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás.” 
(Salmo 51.17)
  • O coração contrito de Jairo tocou Jesus.
  • Música Esperança (DT):  “Quando os sonhos se frustram, ou parecem não se realizar, quando as forças se acabam... tudo o que eu sei é te adorar.”
  • Jó adorou ao Senhor quando perdeu tudo.
  • Davi adorou ao Senhor quando seu filho morreu
  • A nossa adoração move o coração de Deus.
  • É como a música “Com Muito Louvor”: “Então louve, simplesmente louve, ta chorando louve, precisando louve, tá sofrendo louve, não importa louve, seu louvor invade o céu.”
  • A adoração é um antídoto contra a murmuração.


Quando as circunstâncias dizem não ... 
3 – EU AGUARDO O SEU AGIR
“Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste. Porque dizia: Se tão somente tocar nas suas vestes, sararei.”  (Marcos 5.27-28)
  • Jairo não ficou apressando Jesus
  • Ele compartilhou o poder de Jesus com aquela mulher
  • Ele soube esperar o tempo de Deus
  • O nosso clamor é uma declaração de fé: Porque nós oramos? Para declarar a nossa fé no Senhor. Faça da sua oração uma declaração de fé.
  • Ore em voz alta – o diabo não lê nossa mente.
“Clame a mim e eu responderei e lhe direi coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece” (Jeremias 33.3)
Leia livros que nos ensinem a orar:
  • O Poder da Esposa que Ora
  • O Poder Transformador da Oração
  • O Fator Oração
  • A Oração de Jabez

Orai sem cessar (I Tessalonicenses 5.17)

Quando as circunstâncias dizem não ... 
4 – EU CONTINUO CRENDO
“Estando ele ainda falando, chegaram alguns do principal da sinagoga, a quem disseram: A tua filha está morta; para que enfadas mais o Mestre? E Jesus, tendo ouvido estas palavras, disse ao principal da sinagoga: Não temas, crê somente.” (Marcos 5:35-36)

• Fé é dar um passo no desconhecido. É como uma criança que pula de uma altura, certa que o pai vai apanhá-la nos braços e a não deixará cair

“Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.” (Hebreus 11.1)

A atitude da mulher
  • Ela teve fé
  • Ela rompeu as barreiras pra conseguir a sua bênção
  • Ela não se calou, venceu o medo
  • Ela declarou sua fé – declare sua fé – o valor da profissão de fé

Em Cristo você tem muito mais que um fio de esperança. 
Jesus Cristo é a única esperança! 

Pr. Dener Maia

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

PASTORAL: "A FESTA DA DEMOCRACIA"


 


A FESTA DA DEMOCRACIA

“Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por ele estabelecidas. Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos.” 
(Romanos 13:1-2)

Hoje é o dia das eleições 2014. Foram 3 meses de campanha nas ruas, no rádio, na TV, nas redes sociais e das mais diversas formas. Cada candidato tentando convencer o eleitorado apresentando suas idéias e projetos com o sendo os melhores. 

Na quarta-feira chuvosa do dia 13 de Agosto, o país inteiro ficou consternado e chocado com a morte trágica do candidato à presidência Eduardo Campos como também de seus assessores e tripulação. 

Tal acontecimento provocou mudanças profundas no cenário político com a definição de Marina Silva para concorrer à presidência. Vimos também um sem número de candidatos dos mais diversos partidos, das mais diversas ideologias, com as ideias mais mirabolantes, além de algumas performances que beiravam o ridículo e outras carregadas de cinismo e que não demonstravam nenhuma credibilidade. O que fazer então? Como escolher o candidato certo? Como exercer o direito de voto com a certeza de ter escolhido bem? Quem está dizendo a verdade? Quem merece a minha confiança e o meu voto?

Sobre confiança, na palavra de Deus lemos: Assim diz o Senhor: "Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor.” (Jeremias 17:5). O texto é claro: confiar nos homens e se afastar de Deus constitui-se maldição. 

Nas eleições, todos nós temos o dever e o direito de votar. No momento do voto o que deve prevalecer não são conchavos políticos, voto por constrangimento ou por pena, voto nulo ou voto em branco, voto de protesto ou voto de “cabresto”, mas sim, deve haver em nós a convicção de que a nossa forma responsável ou irresponsável de votar, pode mudar os rumos da nossa nação para o bem ou para o mal. 

Sobretudo é preciso um forte senso de temor a Deus e à luz do texto que lemos acima, saber que no final prevalecerá a vontade do Senhor. No meio de tantos sentimentos que foram aflorados durante este período de campanha como frustração, desconfiança, e um sentimento que estamos sendo ludibriados, resta-nos o consolo de que “não há autoridade que não venha de Deus”. 

Ainda que não pareça, Deus está no controle. Ainda que não pareça, Deus é o Senhor da história. Ainda que não pareça, é Deus quem constitui reis e autoridades. 

Todo povo batista brasileiro, inclusive nós, durante toda esta semana que passou, oramos pelo Brasil e pelas eleições. Nós e outras igrejas fizemos vigílias de oração. Há outras igrejas que jejuaram e oraram por 40 dias. Cremos que Deus já ouviu as nossas orações e que, pela sua graça e misericórdia, abençoará e sarará a nossa terra. 

Portanto, que Deus manifeste o seu querer usando a minha e a sua vida neste dia histórico. Quando estivermos diante das urnas, sintamo-nos diante de Deus e ouçamos a sua voz para votarmos de forma séria e consciente. 

Bom voto!

Pr. Dener Maia

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

PASTORAL: "DIA DO IDOSO"



DIA DO IDOSO
“Os justos florescerão como a palmeira, crescerão como o cedro do Líbano; plantados na casa do Senhor, florescerão nos átrios do nosso Deus. Mesmo na velhice darão fruto, permanecerão viçosos e verdejantes, para proclamar que o Senhor é justo. Ele é a minha rocha; nele não há injustiça.”
 (Salmos 92:12-15)
No Brasil, o Dia do Idoso é comemorado na mesma data do Dia Internacional do Idoso, estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) na Assembleia Mundial sobre o Envelhecimento, realizada em 1982, na Áustria. Lá ficou estabelecido o dia 1º de Outubro para as comemorações e determinou que os órgãos públicos responsáveis pela coordenação e implementação da Política Nacional do Idoso, se responsabilizem pela realização e divulgação de eventos que valorizem a pessoa idosa na sociedade.

Dados do Censo Demográfico 2010, realizado pelo IBGE, revelaram um aumento da população com 65 anos ou mais, que era de 4,8% em 1991, chegou a 7,4% em 2010.

Como Igreja, temos o dever de valorizar, prestigiar e cuidar dos nossos idosos. Na cultura judaica os anciãos eram homens valorizados, consultados e que assumiam postos de liderança e tinham prestígio em sua comunidade. 

Abraão, o pai da fé, foi chamado por Deus e saiu do meio de sua parentela aos 75 anos de idade. Moisés foi chamado por Deus para libertar Israel da escravidão aos 80 anos, Josué liderou Israel na conquista da terra prometida dos 40 até sua morte aos 110 anos.

Temos o privilégio de ter na nossa diretoria, em cargos de liderança da igreja e de diversos ministérios, irmãos que fazem parte deste grupo seleto cuja vitalidade, alegria e disposição para servir, nos deixam de queixo caído e nos inspiram a também servir e ser útil no reino de Deus. 

Portanto, hoje queremos parabenizar a todos os irmãos e irmãs da melhor idade, a todos os idosos que fazem parte da nossa família-igreja. Suas vidas são um exemplo pra nós, sua vitalidade e consagração nos motivam a continuar confiando no Senhor.

Que se cumpra e se torne cada vez mais uma realidade nas vossas vidas a promessa contida em Isaías 40. 29-31: 

“Ele dá força ao cansado, e aumenta as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os mancebos cairão, mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão.” 

Que o Senhor renove as suas forças, que você voe bem alto como águia e em todos os seus dias continue dando frutos.
FELIZ DIA DO IDOSO!
Deus abençoe!
Pr. Dener Maia

terça-feira, 23 de setembro de 2014

13º DIA - "ORANDO PELA PRESIDENTE, SEUS MINISTROS E SECRETÁRIOS" - CAMPANHA 100 DIAS DE ORAÇÃO - 2012


13º Dia
Orando pela Presidente, seus Ministros e Secretários

Leitura Bíblica: Romanos 13

Em nosso país, o Poder Executivo Federal atua para colocar em prática os programas de governo e para prestar serviços públicos. É a Presidente da República a líder do Executivo, que ao lado dos ministros a ela subordinados administram os interesses nacionais. Ao ser eleito pelo povo, agindo de acordo com os ditames de nossa Constituição, o poder Executivo do Brasil é autoridade estabelecida por Deus. Como é o próprio Senhor que institui as autoridades, a igreja de Cristo tem uma enorme responsabilidade profética por a nossa nação. Nós temos que ser os primeiros a obedecer, nos sujeitar e interceder pela presidente e por seus ministros e secretários.

É a partir de nosso comprometimento em anunciar e sinalizar o reino de Deus que as autoridades se renderão ao governo do Senhor Jesus Cristo. O apóstolo Paulo nos conclama a uma vida de oração constante por nossos governantes. Em 1Tm 2.1,2, ele diz: 

“Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade.” 


O povo brasileiro está cansado do pecado, pecado que faz a sociedade sofrer, gemendo com dores terríveis por causa da violência, do descaso, da corrupção e tantas outras mazelas. Mas diante de nós há novas e maravilhosas perspectivas. É uma das mãos da igreja que o Senhor quer receber, diante da Sua Presença, o Brasil. A oração é a chave para o surgimento de uma nova nação, com novos conceitos e novas diretrizes e novos valores.

    Quando oramos a história se transforma. Quando oramos por nossos líderes do Executivo federal, suas vidas são transformadas, e, juntamente com cada um deles, a vida da nação brasileira. Certamente vivemos um momento especial de expansão do evangelho no Brasil e com nossas orações e clamores a doce e poderosa Boa-Nova entrará na mente e nos corações de nossos governantes, a fim de que Jesus Cristo reine nas decisões daqueles que foram colocados por Deus para governarem o país neste tempo. A paz e a tranquilidade da linda e abençoada terra brasileira, em todas as esferas, está em nossas mãos. Uma igreja engajada, que ora, ama e abençoa sua nação, e seus líderes constituídos, verá a glória de Deus ser manifesta nos quatro cantos de nosso imenso Brasil.

Fonte: Extraído do Livro 100 Dias Que Impactarão o Brasil (Publicado pala JMN em 2012)


Autor: Pr. Éber Silva
Presidente da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil 
e pastor da 2ª IB Campos (RJ)


Oremos: 
1) Pela presidente Dilma Rousseff; 
2) Pelos ministros e secretários; 
3) Pela salvação do povo brasileiro; 
4) Pela justiça social e solidariedade; 
5) Pela Trans 2012, que transformará o Brasil.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

PASTORAL: SURDOS QUE OUVEM A VOZ DE DEUS


(Parte da equipe que trabalhou no Culto Comemorativo do Dia Nacional do Surdo realizado na Primeira Igreja Batista em São Vicente - SP no dia 20 de Setembro de 2014. Ao centro o orador da noite Pr. Eduardo - surdo)

SURDOS QUE OUVEM A VOZ DE DEUS

“Então se abrirão os olhos dos cegos e se destaparão os ouvidos dos surdos. Então os coxos saltarão como o cervo, e a língua do mudo cantará de alegria.”
 (Isaías 35.5-6)

Esta profecia refere-se ao Reino do Messias prometido e tão esperado pelo povo de Deus encarnado e revelado em Jesus Cristo nosso Senhor.

É tão maravilhoso vermos o cumprimento destas profecias nas narrativas dos quatro evangelhos e constatar o cumprimento delas nos dias do ministério terreno de Jesus.

Porém, tão maravilhoso quanto e tão miraculoso também tem sido vermos o mesmo acontecer em nossos dias e bem no meio da nossa Igreja.

A quatro anos e meio a nossa Igreja tem experimentado a bênção de termos um ministério que tem levado o amor de Deus e a sua palavra de forma acessível aos surdos.

O Ministério MÃOS QUE LOUVAM tem proporcionado a muitos surdos o cumprimento da palavra que lemos acima, surdos tem ouvido a voz de Deus, o Espírito Santo de Deus tem falado claramente aos seus ouvidos e a cada dia vemos mais surdos ouvindo a voz do Senhor e lhe entregando suas vidas em suas mãos.

Em comemoração ao Dia Nacional do Surdo – 26 de Setembro queremos aqui fazer a nossa homenagem a todos os surdos da nossa Igreja. Que Deus abençoe a vida e a família de cada um de vocês e que o Espírito Santo de Deus fale claramente e nitidamente a cada um de vocês o quanto vocês são preciosos para nós e para Deus.

Ouça Deus falando com você agora mesmo o quanto você é amado por Ele. A Primeira Igreja Batista em São Vicente sente-se honrada e feliz pela presença de vocês entre nós. Nos orgulhamos de cada um de vocês e de todos os ouvintes que tão amorosamente e voluntariamente têm obedecido ao chamado do Senhor para servirem aos surdos como intérpretes de LIBRAS (Linguagem Brasileira de Sinais). 

A mensagem de salvação e libertação precisa continuamente estar disponível em todos os lugares, de todas as maneiras, em todo tempo para alcançar todas as pessoas. 

Que o Ministério Mãos Que Louvam cresça entre nós a cada dia. Que mais e mais surdos sejam alcançados pelo poder das boas novas de salvação, que o verdadeiro e puro evangelho que liberta, cura e transforma seja levado ao todo homem e ao homem todo.
(Pr. Dener, Pr. Eduardo e Osmar Cruz)
(Jesus ama você!)

Amém!
Pr. Dener Maia

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

ELEITORADO EVANGÉLICO CRESCE E PODE DECIDIR AS ELEIÇÕES



Marina Silva: candidata do PSB é a principal destinatária dos votos dos evangélicos

Segundo analistas, o grande poder de comunicação das lideranças evangélicas mobiliza este segmento

O eleitorado evangélico é crescente no país e como representa um dos segmentos mais coesos da sociedade, tem o potencial de decidir a eleição presidencial deste ano.

Essa é a avaliação de analistas que ponderam também que os valores religiosos não são as principais preocupações dos eleitores.

Para eles, posições contrárias à homossexualidade ou ao aborto não subtraem ou somam votos de uma candidatura, mas ganham destaque na disputa, como o episódio da revisão do capítulo sobre direitos para homossexuais do programa de governo de Marina Silva (PSB), que é evangélica.

O grande poder de comunicação das lideranças evangélicas mobiliza este segmento, assim como um sentimento de solidariedade com candidatos que sigam a mesma orientação religiosa.

(Socióloga Fátima Pacheco Jordão)
"Esse segmento da população tem uma orientação de solidariedade com outros evangélicos, quer por referência moral, quer por disciplina de organização", disse a socióloga e especialista em análise de pesquisas de opinião Fátima Pacheco Jordão.

Ela lembrou que as várias vertentes evangélicas existentes no país possuem meios de comunicação de massa, como emissoras próprias e espaços alugados em canais de TV.

"Eles estão se tornando players, agentes importantes no cenário político. Já são, aliás. E do jeito que a coisa anda, é possível que nós tenhamos pela primeira vez uma presidente evangélica."

Marina, que é membro da Assembleia de Deus, é a principal destinatária dos votos dos evangélicos. Segundo a última pesquisa do Datafolha, ela cresceu 17 pontos entre os evangélicos pentecostais e outros 17 pontos entre os não-pentecostais.

De acordo com o levantamento, entre os pentecostais, grupo no qual a igreja frequentada pela ex-senadora está, Marina tem 41 por cento das intenções de voto, contra 30 por cento da presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, e 11 por cento do tucano Aécio Neves.

Entre os não-pentecostais, a candidata do PSB lidera com 44 por cento, contra 29 por cento da petista e 13 por cento do tucano.

Marina também teve bom crescimento entre os católicos, que representam a maioria da população, 11 pontos, mas segue atrás de Dilma neste segmento.

No total do eleitorado, o Datafolha apontou empate em 34 por cento entre as duas principais candidatas. Aécio tem 15 por cento.

Segundo dados do Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os evangélicos representam 22,2 por cento da população. Atualmente, estimativas de analistas colocam esse percentual em até 30 por cento do eleitorado.

(Cientista político Rubens Figueiredo)
"As pesquisas mostram que Marina Silva tem um desempenho no eleitorado evangélico muito melhor do que o que ela tem entre o eleitorado católico. Se o eleitorado brasileiro fosse só de evangélicos, ela ganharia com mais facilidade", disse o cientista político Rubens Figueiredo, diretor-executivo da Associação Brasileira de Consultores Políticos (ABCOP).

Para Jordão, entretanto, o apoio evangélico não é o principal fator que explica a ascensão de Marina, que se tornou a principal estrela do cenário eleitoral ao assumir a cabeça de chapa do PSB após a morte de Eduardo Campos, em agosto.

"A Marina é muito maior do que o poder de persuasão das igrejas. Ela representa uma coisa maior do que isso", avaliou a socióloga. "Ela não será nem beneficiada nem punida pelas posições de ordem religiosa. Ela será atacada por isso."


Princípios Negociáveis

Nas últimas eleições, vários candidatos têm buscado o apoio de lideranças evangélicas. Na campanha deste ano, por exemplo, Marina levou Campos a um encontro com pastores quando o ex-governador era o candidato do PSB.

Aécio também realizou encontros com evangélicos e Dilma foi a um encontro de mulheres evangélicas e fez um discurso no qual citou trechos da Bíblia.

Em 2010, a questão do aborto ganhou destaque na eleição presidencial, ainda que, como afirma Jordão, o tema tenha sido usado mais como ferramenta política do que pensando no interesse do eleitorado.

No pleito deste ano, além de Marina, o presidenciável pastor Everaldo (PSC) também é evangélico da Assembleia de Deus. A Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGADB), no entanto, ainda não definiu qual dos dois candidatos vai apoiar para presidente.

(Pastor Lélis Marinho)
"A probabilidade de apoiar qualquer um dos dois é maior que a de apoiar qualquer outro candidato", disse à Reuters o pastor Lélis Marinho, presidente do Conselho Político da CGADB.

Segundo ele, o apoio ao candidato do PSC estava praticamente acertado, mas a entrada de Marina na disputa mudou o panorama e, agora, não está descartado um apoio a ela já no primeiro turno. Uma decisão deve ser tomada ainda nesta semana, disse Marinho.

No sábado passado, menos de 24 horas depois de lançar o programa de governo, a campanha de Marina divulgou uma errata alterando trechos sobre as políticas para a comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais).

A mudança, que segundo a candidata se deu para corrigir uma falha de editoração, eliminou os compromissos com o apoio a uma lei que criminaliza a homofobia e com mudanças na legislação para aprovar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, entre outros pontos. Marinho classificou a mudança no programa marineiro como uma "abertura altamente positiva".

"Nós queremos ter liberdade de falar aquilo que nós entendemos e que, inclusive, está na Bíblia Sagrada. Ela condena a prática (homossexual)", disse o pastor.

"Não abrimos mão daquilo que nós consideramos princípios... Agora, nós respeitamos a todos. Não é porque eu defendo um princípio que eu acho que todo mundo é obrigado a defender esse princípio. Mas eu não quero ser incomodado naquilo que eu defendo."

Não por acaso, Marinho, do Conselho Político da CGADB, disse que o fato de Marina e pastor Everaldo serem evangélicos "já os credenciam" para receber apoio dos fiéis.


Fonte: Exame

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

12º DIA - "TRABALHO COM DIGNIDADE" - CAMPANHA 100 DIAS DE ORAÇÃO - 2012



12º DIA
TRABALHO COM DIGNIDADE 

Leitura Bíblica: Romanos12
   
“Todos nós devemos comer e beber e aproveitar bem aquilo que ganhamos com o nosso trabalho. Isso é um presente de Deus.” 
(Eclesiastes 3.13).

   O desemprego tem assolado todos os países deste mundo, conhecido como pós-moderno. O desemprego tem se tornado cada dia mais crescente diante da crise financeira internacional por que passam não somente os países pobres ou em desenvolvimento, mas também aqueles que nunca imaginavam que enfrentariam tal situação por serem considerados países desenvolvidos e ricos.

  São comuns nos noticiários internacionais matérias que destacam manifestações de pessoas de todas as idades que sofrem com o desemprego em várias partes do mundo. Esse triste quadro revela que o mundo em que vivemos está “doente” e necessita ser curado pelo Senhor. O próprio Deus declarou que “se o meu povo, que pertence somente a mim, se arrepender, abandonar os seus pecados e orar a mim, eu os ouvirei do céu, perdoarei os seus pecados e farei o país progredir de novo” (2 Crônicas 7.14).

   O propósito de Deus é que cada cidadão, independentemente de cultura, etnia ou nacionalidade, tenha o seu próprio trabalho, para que possa ganhar “o pão com o suor do seu rosto” (Gênesis 3.19), pois o trabalho dignifica o ser humano, enobrece o seu caráter e satisfaz seu íntimo. A Bíblia declara que “isso é um presente de Deus”. Hoje somos desafiados a colocar diante do Senhor, em oração, este pedido específico em favor de milhares de brasileiros, muitos deles, nossos irmãos em Cristo, em que se encontram desempregados, passando por sérios problemas no seu sustento pessoal e familiar, sentindo-se desprestigiados, desanimados e até sem esperança.

   Precisamos suplicar ao Senhor que sensibilize o coração dos governantes, conforme a orientação do apóstolo Paulo, que declarou: “Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessores, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda a piedade e respeito” (1Timóteo 2.1,2).


   O salmo 128 declara: “Bem aventurado aquele que teme a SENHOR e anda nos seus caminhos! Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás e tudo te irá bem.”

Fonte: Extraído do Livro 100 Dias Que Impactarão o Brasil (Publicado pala JMN em 2012)



  Autor: Pr. Vitor Hugo Mendes de Sá
Pastor da 1ª IB do Pará, Belém (PA).


Oremos: 
1)Pelos que se encontram nessa situação; 
2) Pela abertura de oportunidade de trabalho; 
3)Por sensibilidade e atitude dos governantes a essa realidade; 
4) Por compaixão e ajuda das igrejas para os familiares; 
5) Recursos para alimentação nas Trans 2012.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...