sábado, 23 de julho de 2016

PASTORAL: SEJA GRATO



SEJA GRATO
“Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre. Dai graças ao Deus dos deuses, porque a sua benignidade dura para sempre”.
 (Salmos 136:1,2) 
Não sabemos por quem este salmo foi escrito, mas sabemos que foi cantado na inauguração do templo de Salomão (2Cr 7.2, 6), e pelos exércitos de Josafá quando eles celebraram a vitória no deserto de Tecoa (2Cr 20.22). Cada um dos 26 versículos que o compõe encerram-se com a afirmação: “Porque a sua benignidade dura para sempre”, é como uma espécie de refrão que logo dá para imaginar todo o povo repetindo numa só voz essa adoração a Deus. Por sua forma marcante podemos concluir que era um hino popular entre o antigo povo de Deus. Tendo ele um coro sólido, simples, certamente deveria ser um dos favoritos nas celebrações de culto ao Senhor.  Sua mensagem de nada mais trata que não e tão somente o louvor e gratidão, por isso só pode ser apreciado plenamente por um coração piedosamente agradecido.
Podemos dividi-lo da seguinte maneira: 

  • Dos versos de 1 a 3 - Louvor triplo ao Senhor Triúno (Sl 136.1-3), 
  • Dos versos 4 a 9 – Louvor ao Deus criador (Sl 136.4-9)
  • Dos versos 10 a 15 – Exalta os atos de livramento do Egito (Sl 136.10-15)
  • Dos versos 16 a 22 – Falam sobre a viajem pelo deserto e a entrada em Canaã. 
  • Os versos 23 e 24 – São dois versículos alegres de gratidão pessoal por misericórdia presente (Sl 136.23-24)
  • O verso 25 – Louva pela providência universal do Senhor,
  • E o verso 26 – Um versículo para estimular o louvor incessante.

Como é precisamos de tempo em tempo refrescarmos a nossa memória com as lembranças de tantas bênçãos e dádivas maravilhosas que recebemos do Senhor. Logo me lembro da expressão do Hino 329 CC “Conta as Bênçãos” cujo refrão cantamos assim: 
“Conta as bênçãos, conta quantas são. 
Recebidas da divina mão.
Uma a uma, dize-as de uma vez, 
Hás de ver surpreso quanto Deus já fez.”

Conta-se que o grande poeta Olavo Bilac foi abordado por um comerciante que lhe pediu: 
– Sr. Bilac, estou precisando vender o meu sítio. Será que o senhor poderia redigir o anúncio para o jornal? Olavo Bilac aceitou o pedido e escreveu assim:
"Vende-se uma encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes águas de um límpido ribeirão. A casa é banhada pelo sol nascente, e proporciona uma sombra tranqüila às tardes, na varanda".
Meses depois, o escritor encontra-se com aquele homem e lhe pergunta: E então, vendeu o sítio? – Nem penso mais nisso – disse ele – quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha em minhas mãos!

Seja grato hoje e sempre. Saiba reconhecer as grandes bênçãos, chuvas de bênçãos, que Deus derrama sobre a sua vida todos os dias. Diante das pequenas e grandes coisas adore você também dizendo: “Porque a sua benignidade dura para sempre”. 

Amém!
Pr. Dener Maia

segunda-feira, 18 de julho de 2016

OS 3 INIMIGOS DA ALMA: A CARNE, O MUNDO E O DIABO – 7ª Mensagem



O MUNDO – 2ª MENSAGEM

TEXTO BÍBLICO – 1 João 2: 15-17
15. Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele.
16. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo.
17. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

INTRODUÇÃO:
Estamos estudando sobre os 3 principais inimigos da alma: A carne, o mundo e o diabo. Precisamos aprender como enfrentá-los e vencê-los. Durante 5 mensagens estudamos sobre o primeiro inimigo, A CARNE. Na semana passada começamos a estudar sobre o segundo inimigo: O MUNDO quando vimos: 
1 – ADÚLTEROS E ADÚLTERAS
2 – CRISTIANISMO X MUNDO
De acordo com o texto que lemos acima: "Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele." Em outras palavras: o amor do mundo elimina o amor do Pai. É impossível a

quarta-feira, 13 de julho de 2016

SÉRIE - A ESTATURA DE UM CRISTÃO - 05



(Depois de um longo tempo, estou dando continuidade às postagens desta Série que no total contém 14 mensagens. As mensagens foram pregadas em 2012. Que Deus as use para abençoar a sua vida. Pr. Dener Maia)

5 – UNIDOS VENCEREMOS

Introdução
Nós usamos esta frase: “Unidos Venceremos” para falar de um arroz que não deu muito certo... Mas o assunto hoje não é arroz e sim lembrar mais uma vez desta grande verdade. 
E o contrário também é uma grande verdade: Se unidos venceremos, divididos perdemos.
As olimpíadas, nas mais diversas modalidades, nos têm dado exemplos disto. No futebol, no vôlei, ... A unidade, a cumplicidade, o espírito de equipe, de trabalharem juntos para alcançar a vitória, da superação das falhas e limitações, etc.
O próprio Jesus afirmou: “Um reino dividido não subsiste...”

O TEXTO:
Filipenses 1.27-30: “27 Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do evangelho de Cristo, para que assim, quer eu vá e os veja, quer apenas ouça a seu respeito em minha ausência, fique eu sabendo que vocês permanecem firmes num só espírito, lutando unânimes pela fé evangélica, 
28 sem de forma alguma deixar-se intimidar por aqueles que se opõem a vocês. Para eles isso é sinal de destruição, mas para vocês de salvação, e isso da parte de Deus; 
29 pois a vocês foi dado o privilégio de, não apenas crer em Cristo, mas também de sofrer por ele, 
30 já que estão passando pelo mesmo combate que me viram enfrentar e agora ouvem que ainda enfrento.”
Para alcançarmos esta unidade, tão vital para nossa vitória, vamos observar alguns passos imprescindíveis...  

1 – VIVER DIGNO DE UM CRISTÃO

Filipenses 1.27a: “27 Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do evangelho de Cristo”
“Somente portai-vos duma maneira digna do Evangelho de Cristo” (Sociedade Bíblica Britânica)

Participamos da campanha SEJA LUZ. Todo o Brasil batista foi conclamado a refletir a luz de Cristo com o próximo, com o vizinho, com os familiares, com os amigos. É algo que não pode parar. Fazer a luz de Jesus brilhar através de nós. Fazer a diferença, mudar o contexto onde vivemos. 

sexta-feira, 1 de julho de 2016

OS 3 INIMIGOS DA ALMA: A CARNE, O MUNDO E O DIABO – 6ª Mensagem



O MUNDO – 1ª MENSAGEM

TEXTO BÍBLICO – TIAGO 4.1-4
1- De onde vêm as guerras e contendas que há entre vocês? Não vêm das paixões que guerreiam dentro de vocês?
2 - Vocês cobiçam coisas, e não as têm; matam e invejam, mas não conseguem obter o que desejam. Vocês vivem a lutar e a fazer guerras. Não têm, porque não pedem.
3 - Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres.
4 - Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus.

INTRODUÇÃO:
Estamos estudando sobre os 3 principais inimigos da alma: A carne, o mundo e o diabo. Precisamos aprender como enfrentá-los e vencê-los. Nas semanas anteriores aprendemos sobre a CARNE:
4 - PECADOS SEXUAIS 
5 - PECADOS RELIGIOSOS  IDOLATRIA /  FEITIÇARIA /  IDOLATRIA GOSPEL
6 - PECADOS SOCIAIS  INIMIZADES /  PORFIAS /  CIÚMES / • IRAS /  DISCÓRDIAS /  DISSENÇÕES /  FACÇÕES / • INVEJAS
7 - PECADOS PESSOAIS: Bebedices e Glutonarias
8 - AS CONSEQUÊNCIAS 

Continuando, vamos agora aprender a enfrentar o próximo inimigo: O MUNDO

LIVRO: O PEREGRINO
O Peregrino é um livro escrito por John Bunyan e publicado na Inglaterra em 1678. O livro é uma alegoria da vida cristã.
Desde sua publicação, o livro jamais deixou de ser impresso. Depois da Bíblia, este é o livro mais conhecido no meio cristão não somente de fala inglesa, mas de diversas línguas, inclusive na China, onde, clandestinamente, chegou-se a produzir 200 mil cópias que foram distribuídas em três dias.
O jovem peregrino chamado simplesmente Cristão, atormentado pelo desejo de se ver livre do fardo pesado que carrega nas costas, segue sua jornada por um caminho estreito. Surgem-lhe várias

segunda-feira, 27 de junho de 2016

PASTORAL: SER FELIZ NÃO CUSTA MUITO




“Melhor é um pedaço de pão seco com paz e tranquilidade do que uma casa onde há banquetes, e muitas brigas.”
(Provérbios17.1)
O mundo inteiro anda à procura dá tão falada “felicidade”. O mais impressionante é que nessa busca, muitos acabam se distanciando ainda mais da  tão desejada felicidade que procuram por causa das escolhas erradas que fazem. 
Um certo médico psiquiatra, Roberto Shinyashiki, foi entrevistado e lhe perguntaram como ele vê essa busca por sonhos que muitas vezes nem são da própria pessoa. A sua resposta foi:

Roberto Shinyashiki é um psiquiatra
e empresário brasileiro, autor de livros
 de auto-ajuda e palestrante.
“A sociedade quer definir o que é certo. São quatro loucuras da sociedade:
1ª Loucura: instituir que todos têm de ter sucesso, como se ele não tivesse significados individuais.

2ª Loucura: Você tem de estar feliz todos os dias.

3ª Loucura: Você tem que comprar tudo o que puder. O resultado é esse consumismo absurdo.

4ª Loucura: Você tem de fazer as coisas do jeito certo. “Jeito certo” não existe. Não há um caminho único para se fazer as coisas. 
As metas são interessantes para o sucesso, mas não para a felicidade. Felicidade não é uma meta, mas um estado de espírito. Tem gente que diz que não será feliz enquanto não casar, enquanto outros se dizem infelizes justamente por causa do casamento.
Quando trabalhei em um hospital de pacientes terminais, eu sempre procurava conversar com eles na hora da morte. 
A maior parte deles agarrava o médico e dizia: _"Doutor, não me deixe  morrer. Eu me sacrifiquei a vida inteira, agora eu quero aproveitá-la e ser  feliz".
Eu sentia uma dor enorme por não poder fazer nada. Ali eu aprendi que a felicidade é feita de coisas pequenas.”

Ninguém na hora da morte lamenta porque não aplicou o dinheiro em imóveis ou ações, ou por que não comprou isto ou aquilo, mas se arrependem de ter esperado muito tempo ou perdido várias oportunidades para aproveitar a vida.

Deus nos criou com o propósito de agradarmos a Ele e sermos felizes, nos criou para vivermos a vida em toda a sua plenitude, para sermos livres. Não se deixe escravizar, não seja escravo da ganância, do egoísmo, da amargura, do ressentimento, da falta de tempo.

Tenha tempo para Deus, para sua família, para você mesmo! Seja livre para amar...para perdoar...para sonhar...para  viver !

Lembre-se que o pouco com Deus é muito. Amém
Pr. Dener Maia



sábado, 25 de junho de 2016

OS 3 INIMIGOS DA ALMA: A CARNE, O MUNDO E O DIABO – 5ª Mensagem


A CARNE - 5ª MENSAGEM

INTRODUÇÃO: Estamos estudando sobre os 3 principais inimigos da alma: A carne, o mundo e o diabo. Precisamos aprender como enfrentá-los e vencê-los.
Nas semanas anteriores aprendemos sobre:
4 - PECADOS SEXUAIS (v.19)
5 - PECADOS RELIGIOSOS (v.20)
IDOLATRIA
FEITIÇARIA
IDOLATRIA GOSPEL
6 - PECADOS SOCIAIS (v.20-21a)
INIMIZADES
PORFIAS
CIÚMES
IRAS
DISCÓRDIAS:
DISSENÇÕES:
FACÇÕES:
INVEJAS

Continuando, vamos estudar agora os pecados sociais.
TEXTO BÍBLICO – GALATAS 5.16-21
16 Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne. 
17 Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer. 
18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais sob a lei. 
19 Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, 
20 idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, 
21 invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.
20 a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos,

7 - PECADOS PESSOAIS v.21
“invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.” (Gálatas 5.21)
Em quarto lugar, os pecados pessoais. Em Gálatas 5, a lista das “obras” termina com os

quarta-feira, 15 de junho de 2016

6 INIMIGOS MORTAIS DO CASAMENTO


O casamento está sob ataque. O casamento sempre esteve sob ataque. O mundo, a carne e o diabo estão sempre se opondo ferozmente ao casamento, em especial a casamentos distintamente cristãos. O casamento, afinal de contas, foi dado por Deus para fortalecer seu povo e para sua própria glória; não é de se assustar, então, que esteja constante sob ataque.

Tenho pensado recentemente sobre alguns dos inimigos mais escancarados do casamento cristão e, para falar a verdade, os inimigos mais evidentes que eu vejo assolar o meu próprio casamento. Aqui estão 6 inimigos mortais do casamento (do cristão em particular).


1 - Negligência da Fundação

O inimigo do casamento que merece estar no topo da lista é este: negligenciar a fundação – negligenciar a fundação bíblica. A Bíblia deixa claro que o casamento é uma instituição decretada por Deus e uma instituição projetada para glorificar a Deus ao demonstrar algo a respeito dEle. O grande mistério do casamento é que o relacionamento pactual do marido e da esposa é um retrato do relacionamento pactual de Cristo e sua igreja.

O casamento é de Deus, sobre Deus, para Deus e por Deus, então assumimos um risco quando negligenciamos Deus. Apenas quando a fundação bíblica está em seu devido lugar que somos capazes de entender corretamente como um marido e uma esposa devem se relacionar, como devem assumir seus papéis individuais e como devem buscar glorificar a Deus tanto individualmente como enquanto casal. Edificar um casamento sobre qualquer outra fundação é negligenciar a rocha em favor de construir sobre a areia.


2 - Negligência da Oração

A oração é o nosso sustento, o meio pelo qual adoramos a Deus, expressamos nossa gratidão, confessamos nosso pecado e suplicamos por ajuda. O casal que ora junto está confessando perante Deus que dependem dEle, que são incapazes de continuar sem Ele.

A oração privada é essencial para a vida cristã, e a oração do casal é essencial para o casamento cristão. Aqui, ajoelhados ao lado da cama ou sentados no sofá, o marido e a esposa se encontram juntos com o Senhor, o adorando por sua bondade e graça, confessando seus pecados contra ele e de um contra o outro, e suplicando por sua sabedoria e consolo. Quando a oração cessa, o casal está proclamando tacitamente que podem sobreviver e prosperar por si só, que eles não precisam da constante e diária assistência divina. A falta de oração é um grande inimigo do casamento.


3 - Negligência da Comunhão

Outro grande inimigo do casamento é a falta de comunhão – comunhão com a igreja local. Satanás ama quando consegue compelir um indivíduo a se afastar da igreja; quão melhor não é quando ele consegue afastar um casal ou uma família inteira. Quando um casal casado deixa a igreja, ou mesmo se restringe a comparecer o menos possível, eles estão deixando o lugar onde deveriam estar para ver exemplos de casamentos saudáveis, onde podem adorar uns com os outros, onde podem encontrar amigos com quem podem se abrir sobre o casamento para que outros possam enxergar e diagnosticar suas lutas. O casamento prospera no contexto da igreja local e murcha fora dele.


4 - Negligência da Comunicação

Assim como Satanás quer que um casal deixe de se comunicar com Deus por meio da oração, ele também deseja que o casal pare de se comunicar entre si. Comunicação livre, aberta e regular é a chave para qualquer relacionamento, acima de tudo no casamento. Quando um casal é capaz de se comunicar e o faz, são capazes de reconhecer e enfrentar as dificuldades, são capazes de compartilhar tanto as alegrias quanto os sofrimentos que são inevitáveis em uma vida vivida em conjunto. Casais demais deixam de se comunicar, ou talvez nunca tenham aprendido a fazê-lo. Ao invés de enfrentarem os problemas, permitem que eles permaneçam, cresçam e se tornem tóxicos. A comunicação é chave para um casamento saudável, e a falta dela é um inimigo perigoso.


5 - Negligência de Interesses em Comum

Quando um casal está namorando, é raro descobrirem que não tem nada (ou muito pouco) em comum. Mas conforme o tempo passa, após se tornarem marido e mulher e se acostumarem à vida normal, eles podem facilmente caírem em suas rotinas à parte. E assim vivem sozinhos em conjunto, duas pessoas levando duas vidas separadas sob o mesmo teto.

Interesses em comum levam a tempo compartilhado, conversas compartilhadas, paixões compartilhadas. Pode ser um hobby, uma atividade, uma série de TV, mas tem que ser alguma coisa. A negligência dos interesses em comum é um grande inimigo de um casamento saudável.


6 - Negligência do Sexo

Deus agiu com bondade ao prover o estranho e misterioso dom do sexo como forma de unir um marido e uma esposa de forma única. Sexo é a cola de um casamento saudável, mas, mesmo assim, muitos casais nunca estão muito longe de negligenciá-lo ou substituí-lo pela pornografia ou alguma outra coisa. A Bíblia exige que um marido e uma esposa mantenham o relacionamento sexual em todas as circunstâncias, à parte das mais extremas – desde que com consentimento, e por pouco tempo, para se concentrarem na oração. Há épocas inevitáveis em que nada parece mais difícil do que buscar a relação sexual e nada parece mais fácil do que negligenciá-la, mas negligenciar o sexo é desobedecer a Deus diretamente. Negligenciar o sexo é destratar um dos maiores e mais indispensáveis dons de Deus.

Se Satanás não puder destruir um casamento, ele irá tentar, pelo menos. Negligenciar qualquer dessas seis coisas é convidar sua presença e sua influência para dentro do casamento.


Tradução: Filipe Schulz em Reforma 21
Fonte: Tim Charllies em seu blog


Leia também:

SETE ERROS DE COMUNICAÇÃO QUE OS CASAIS COMETEM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...